WELCOME/SEJA BEM VINDO / Bienvenue

This is my blog. Here you will find a little of my history, will have the opportunity to watch my video clips and other artists that I appreciate. Also there are issues about racing and the game "Grand Prix 3" videos produced by me.

Este é o meu blog. Aqui você encontrará um pouco da minha história, terá a oportunidade de assistir aos meus videoclips e de outros artistas que aprecio. Tem também assuntos sobre automobilismo e o game Grand Prix 3 com vídeos produzidos por mim.

2015-12-15

Valorizar o que é nosso!

O torcedor brasileiro é bastante curioso em sua passionalidade...


Massa é alvo de todo o tipo de crítica e até tornou-se motivo de chacota. Não é para tanto. Trata-se de um grande piloto que teve o seu momento na categoria. Para um segundo piloto, foi até longe demais. 


Disputou o título contra Lewis Hamilton em 2008. Mesmo cometendo inúmeros erros, juntamente com trapalhona Ferrari - sob o comando da italianada, fez algumas grandes corridas e contou com a imaturidade do inglês e os azares de Kimi. Foi a sua única temporada de real destaque.


Após o lamentável acidente sofrido em Hungaroring - aliás, uma fatalidade, Jamais foi o mesmo. Seu ritmo era visivelmente inconstante na fase intermediária das corridas.



Entretanto, exatamente um ano após, fazia uma corrida irrepreensível em Hockenheim. Quem estava na sua "cola" disputando a vitória era Alonso, pedindo passagem para os dirigentes da equipe, que obrigaram o brasileiro a ceder a liderança para o espanhol e abdicar da vitória. Não poderia ser pior. E o pior é que tratava-se do segundo piloto obedecendo a uma ordem de equipe. Nada demais, exceto, por tratar-se de um brasileiro.



Depois de Emerson, Piquet e Senna, doeu vê-lo passar por aquilo. A platéia brasileira esqueceu-se dos outros bons pilotos que passaram pela F1 e não tiveram o mesmo sucesso.

Resultado de imagem para Piquet senna emerson

O Brasil não deixou de fabricar grandes pilotos. Aliás, nunca fabricou. Nossos três super campeões foram uma agradável exceção.


Aos menos, saiu-se melhor do que a Itália, França e Argentina. Estes dois últimos, com recordistas em seu tempo. Respectivamente, Prost e Fangio. Mas, foi só.


Depois de nossos grandes campeões, Barrichello conquistou dois vices e um 3º lugar, graças a uma Ferrari quase imbatível, tanto quanto a dupla formada por ele e Schummy. Uma das melhores de todos os tempos. A mais longeva e vitoriosa na história da categoria.


Não é justo comparar os atuais pilotos brasileiros com os do passado. A categoria era mais democrática. Existe mais do que o talento em jogo. Envolve escolhas, sorte e outros fatores que não se podem controlar.


Massa não teve o mesmo êxito dos campeões. Porém, tem o seu valor.