WELCOME/SEJA BEM VINDO / Bienvenue

This is my blog. Here you will find a little of my history, will have the opportunity to watch my video clips and other artists that I appreciate. Also there are issues about racing and the game "Grand Prix 3" videos produced by me.

Este é o meu blog. Aqui você encontrará um pouco da minha história, terá a oportunidade de assistir aos meus videoclips e de outros artistas que aprecio. Tem também assuntos sobre automobilismo e o game Grand Prix 3 com vídeos produzidos por mim.

2015-04-13

Enfim, o inevitável!

Lewis Hamilton vence GP da China de Fórmula 1 (Foto: AFP)
Foto: AFP

Após três etapas disputadas, pode-se constatar que a Ferrari realmente avançou em relação às outras equipes, aproximando-se efetivamente da soberana Mercedes, sem, no entanto, ameaçá-la diretamente. Para manter os bólidos prateados na sua alça de mira, Vettel respondeu ao seu engenheiro que estava no "limite". De fato, após a última parada, a equipe alemã abriu uma vantagem confortável, permitindo um triunfo sem maiores problemas no circuito chinês. Os pilotos puderam controlar o desgaste dos pneus, já que, ao contrário do ocorrido na prova anterior, não enfrentaram o tráfego da concorrência. A escuderia do "cavalinho rampante", salvo exceções, deve ser a adversária das "flechas de prata". Hamilton e Vettel estão pilotando como nunca, Rosberg prima pela regularidade e Raikkonen parece motivado.

Felipe Nasr chegou em oitavo no GP da China e ganhou elogios da chefe Monisha Kaltenborn (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação

Dos coadjuvantes, destaque para Massa que inicia a temporada marcando pontos importantes para Williams (fato que não ocorreu no início da temporada anterior) e Nasr, que demonstra maturidade de "saltar aos olhos", destacando-se e contribuindo significativamente no 4º lugar dentre os construtores para a equipe Sauber.
Grosjean demonstra que a Lotus tem potencial para alçar "vôos mais altos". Pena que Pastor não se entendeu com a entrada dos pits, além de ter sido abalroado por Button. Red Bull sofre com o motor e Toro Rosso, além da unidade motriz, sofre com a juventude de seus pilotos. McLaren segue atrás do tempo perdido - e do pelotão - e Manor saindo da UTI.

Lewis Hamilton e Nico Rosberg na coletiva de imprensa do GP da China (Foto: Getty Images)
Foto: Getty Images

Hamilton parece ter nas mãos a chance de igualar-se ao ídolo Ayrton e ao seu mentor Lauda, dois mitos que obtiveram três títulos cada. A margem dessa vez é menor, mas, parece depender ainda de seu talento e da competência do time comandado por Toto Wolff.

Entretanto, o inevitável atrito entre os pilotos da Mercedes ressurgiu. Rosberg começou a guerra psicológica contra o seu companheiro/rival Hamilton. Esperar pra ver.